INEM reforça emergência médica

INEM reforça emergência médica

Mais 9 meios de emergência para garantir resposta eficaz no Natal.

O dispositivo de emergência médica nacional será reforçado durante os próximos meses para acautelar e garantir uma resposta eficaz do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) a situações de acidente ou doença súbita. Este reforço traduz-se no acréscimo de nove meios de emergência médica.

Enquanto entidade responsável pelo SIEM em Portugal continental, cabe ao Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) acompanhar e analisar de forma constante as necessidades reais da população e, sempre que necessário, ajustar ou reforçar os meios de emergência para adequar a capacidade do sistema.

Assim, o INEM desenvolveu um plano de reforço do dispositivo de meios de emergência, com o acréscimo de nove meios, a operar desde 15 de dezembro e até 30 de março de 2022, consoante as áreas geográficas e previsões de aumento de procura da população.

O plano de reforço tem em conta fatores como o aumento da incidência de algumas doenças, com relevo para a atividade gripal e de outros agentes virais e bacterianos, bem como a época de Natal e Fim de Ano, que tradicionalmente é acompanhada de um aumento dos movimentos sazonais e numa maior afluência de população a determinadas regiões.

O SIEM tem, desde o dia 15 de dezembro, o apoio dos Postos de Emergência Médica (PEM) dos Bombeiros Voluntários de Valadares, de Leça do Balio, de Sacavém, de Sintra, de Sul e Sueste e as delegações da Cruz Vermelha Portuguesa de Silves/Albufeira (Ferreiras) e de Faro/Loulé (Faro).

No dia 1 de janeiro de 2022, entrarão em funcionamento dois PEM no Batalhão de Sapadores Bombeiros do Porto e na Cruz Vermelha Portuguesa do Porto. 

Este reforço do dispositivo de emergência médica garante melhores condições para responder ao aumento das ocorrências, nas zonas onde se justifica, nesta época festiva.

O INEM vai acompanhar de forma permanente o número de ocorrências e acionamentos, por forma a identificar possíveis ajustamentos no referido dispositivo.

O INEM recorda ainda que, em caso de emergência, ligue 112 e colabore com as autoridades. Os meios de emergência médica pré-hospitalar devem ser apenas utilizados em situações de emergência, ou seja, situações onde exista perigo de vida iminente. No caso de não ser necessário enviar um meio de emergência, as chamadas serão encaminhadas para o SNS 24 – 808 24 24 24 que procederá ao aconselhamento adequado à situação.

Para saber mais, consulte:

INEM > Notícias

Publicado em 24-12-2021

Fonte: https://www.sns.gov.pt/noticias/2021/12/23/inem-reforca-emergencia-medica/

Notícias Recentes