Estratégia para a Saúde Mental

Estratégia para a Saúde Mental

A sessão comemorativa do Dia Mundial da Saúde Mental decorreu por Webinar.

“Ao contrário do que ocorreu em várias outras especialidades médicas, o número de consultas nos serviços de saúde mental não só não desceu, como subiu durante os últimos meses”, afirmou hoje a Ministra da Saúde na sessão de encerramento do webinar comemorativo do Dia Mundial da Saúde Mental, transmitido esta tarde no Portal e no Facebook do SNS.

Este ano sob o lema da Organização Mundial de Saúde “Maior investimento, mais acesso”, o que a governante considerou que “dificilmente poderia ser mais apropriado ao momento que se vive no mundo em geral e no nosso país em particular”.

A pandemia por Covid-19 veio colocar a tónica na Saúde Mental e na necessidade de combater o estigma associado à doença. “A resposta ao impacto da pandemia obrigou a uma reorganização de serviços e procedimentos, procurando sempre manter-se o contacto com as pessoas com doença mental mais grave”, sublinhou Marta Temido.

Foram abertos nos hospitais, gabinetes e espaços para apoio aos profissionais da linha da frente. Simultaneamente, fez-se um investimento na literacia da população através da criação de um novo site focado nesta matéria, muito orientado para a divulgação e para a referenciação a prestadores de cuidados.

Marta Temido enumerou algumas das iniciativas em curso inscritas na prioridade que o atual executivo deu à Saúde Mental, como a constituição de equipas comunitárias (5 para adultos e 5 para infância/adolescência), em todas as ARS do país, a revisão da atual Lei da Saúde Mental e a reconstituição da Comissão de Acompanhamento da Lei de Saúde Mental, que permitirá uma monitorização regular das questões ligadas ao Internamento Compulsivo.

Marta Temido revelou, ainda, que no âmbito deste Dia Mundial da Saúde será estabelecido um protocolo para a criação das primeiras respostas de Cuidados Continuados Integrados em Saúde Mental no Alentejo, “o que constitui um momento marcante para esta Região, até agora muito carenciada de respostas deste tipo”.

No final da sua intervenção, Marta Temido sublinhou que o esforço do SNS foi acompanhado pelas múltiplas iniciativas da sociedade civil, associações e ordens profissionais, academia e outras entidades, que “muito têm contribuído para as respostas aos efeitos da pandemia”.

Subordinado ao tema “Saúde Mental para Todos: Maior Investimento, Mais Acesso”, esta sessão webinar contou com a presença da Diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, a quem coube abrir os trabalhos. 

A sessão foi dividida em três painéis – “Desafios da Saúde Mental em Portugal”, “Sinergias em Saúde Mental” e “Respostas do SNS à COVID-19” e teve a participação de diversos especialistas, entre os quais Miguel Xavier, diretor do Programa Nacional para a Saúde Mental, e António Leuschner ,presidente do Conselho Nacional de Saúde Mental.

 

Publicado em 10-10-2020

Fonte: https://www.sns.gov.pt/noticias/2020/10/09/estrategia-para-a-saude-mental/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=estrategia-para-a-saude-mental

Notícias Recentes