CHUSJ | Medicina Intensiva

CHUSJ | Medicina Intensiva

Renovação do serviço aumenta capacidade e melhora assistência.

A unidade funcional do piso 6 do Serviço de Medicina Intensiva do Centro Hospitalar Universitário São João (CHUSJ) foi alvo de uma renovação estrutural significativa e abre esta sexta-feira, dia 14 de janeiro, as novas instalações com a transferência dos doentes para esta área.

Trata-se da primeira fase de uma intervenção que levará, adicionalmente, à remodelação de uma área clínica já existente.

Com as novas instalações foi possível aumentar a capacidade instalada do serviço, em termos do número de camas com capacidade para acolher doentes de nível 3. No final da intervenção, o Serviço de Medicina Intensiva estará dotado de 68 camas, todas com capacidade de nível máximo de cuidados.

Por outro lado, melhorou substancialmente a qualidade das áreas clínicas, aumentando a área de espaço físico ocupado por cada cama/doente, cumprindo as diretrizes internacionais sobre áreas recomendadas e maximizando a possibilidade de isolamento de doentes, pela criação de 6 quartos de isolamento pressurizados, que serão 10 no final da segunda fase da intervenção, e permitindo a modulação de pressão (positiva, negativa ou neutra) nos open space assistenciais.

O aumento do número de quartos de isolamento reverso visa acolher doentes críticos com necessidades especiais, nomeadamente imunodeprimidos e doentes com infeções respiratórias (por exemplo, Covid-19 e tuberculose), reduzindo o risco de transmissão e de aquisição de infeções hospitalares e aumentando a segurança do doente e de profissionais.

Para saber mais, consulte:

CHUSJ > Notícias

Publicado em 15-01-2022

Fonte: https://www.sns.gov.pt/noticias/2022/01/14/chusj-medicina-intensiva/

Notícias Recentes