Cuidados a ter com lentes de contacto

As lentes de contacto são bastante úteis, práticas e aumentam o campo de visão, mas o uso inadequado pode causar problemas oculares e, em casos mais graves, cegueira.

“Um dos principais problemas associados à má utilização das lentes de contacto ou à falta de higiene das mesmas é a ceratite por Acanthamoeba, uma situação causada por um parasita que ataca a córnea e que pode comprometer gravemente a visão das pessoas, podendo até causar cegueira”, anuncia Rui Branco, coordenador da Unidade de Oftalmologia do Hospital Lusíadas Albufeira.

A correta utilização das lentes de contacto passa por prestar muita atenção à limpeza e retirar as lentes sempre que vai dormir (deixam de ter a lubrificação necessária e secam), quando pratica desporto e quando vai à praia ou à piscina (a transpiração, o sal e o cloro danificam as lentes).

Para evitar que este tipo de situação aconteça, o utilizador de lentes de contacto deve ter diariamente os seguintes hábitos:
- Manter as mãos e as unhas limpas;
- Manusear as lentes sempre pela mesma ordem: começar sempre pela direita ou sempre pela esquerda;
- Limpeza das lentes com produtos adequados ou com soro fisiológico de 0,09%, enxaguadas com soro e colocadas no estojo com o produto de desinfeção;
- Antes de serem utilizadas as lentes devem ser enxaguadas e trocado o produto de desinfeção.

Outros cuidados a ter são:
- A limpeza semanal do estojo de conservação, com água e sabão, e a troca deste de 6 em 6 meses;
- O soro deve ser guardado no frigorífico e deitado fora 7 dias após a abertura, caso não seja gasto na totalidade;
- Não deve ser utilizada água da torneira para limpar as lentes;
- A cada 15 dias deve ser feita a desproteinização das lentes. As lentes devem ser submersas numa solução líquida ou em comprimido e permanecer lá durante a noite.

Se sentir dor que é, ou não, aliviada com a remoção das lentes, vermelhidão, vista turva ou secreção ocular, contacte o seu oftalmologista.