Ordem dos Farmacêuticos quer impedir farmácias em hospitais

28/03/2019

Esta quarta-feira a Ordem dos Farmacêuticos pediu ao parlamento para não permitir o funcionamento de farmácias em hospitais, garantindo que essa acção coloca em causa a sustentabilidade financeira do sector.


Como reforço deste pedido a Ordem dos Farmacêuticos numa carta enviada à Comissão Parlamentar de Saúde questiona: “A criação de farmácias nos hospitais é incompatível com a sobrevivência de pequenas farmácias, próximas das populações mais isoladas. Vale a pena pôr em risco a existência de farmácias no Milharado (concelho de Mafra) e em Sapataria (Sobral de Monte Agraço) para manter aberta uma farmácia de venda ao público num hospital?”.


É importante relembrar que 680 farmácias enfrentam processos de penhora e insolvência e que, nos concelhos de Loures, Odivelas e Sobral de Monte Agraço, todos no distrito de Lisboa, existem mais de uma centena de farmácias a prestar serviços 24 horas por dia.


Pode ler-se também no documento: “Os portugueses sabem que as pequenas farmácias que os atendem de noite e de dia, nas suas aldeias, vilas e bairros suburbanos, não suportam a concorrência desleal de farmácias de grandes grupos económicos, estrategicamente colocadas nos locais de grande prescrição”.



« voltar

Área Reservada a Farmácias



Recuperar Password
Criar página para farmácia online
Saiba porque deve registar a sua Farmácia

Criação e desenvolvimento de Web Sites Facebook 2019 © Portal de Farmácias, Todos os direitos reservados.